≡  

Resenha | Base Colorstay Whipped – Revlon

Olá, meus amores!
Como foi o final de semana de vocês? O meu foi trabalhando bastante aqui pro blog rsrs, mas valeu a pena, porque essa semana vem cheia de novidades! Quem segue a fanpage do blog já deve ter uma ideia do que é, mas até o final dessa semana conto tudinho pra vocês =D
Hoje trouxe a resenha de uma base que é bastante comentada na internet, principalmente por quem, como eu, é amante de maquiagem e adora as novidades do mercado. Essa não é tão novidade assim, eu já tenho ela desde o ano passado, mas jurava que já tinha feito resenha aqui!
Eu sei que muita gente já comentou sobre ela, mas achei que valia a pena vim dar a minha opinião sobre essa base, que é a Colorstay Whipped, da Revlon.
Segundo a marca, essa base possui uma fórmula elástica de textura mousse que dá uma sensação de leveza e suavidade na pele, como seda. Sua fórmula dura por 24 horas e é de alta cobertura.
Estava precisando de base, e vi TANTA gente falando dela na internet que, quando minha amiga viajou pros EUA no ano passado, pedi pra ela trazer uma pra mim, porque é um pouco mais difícil de encontrá-la por aqui (beijo Mi, valeeeu!). Por isso, não consegui nenhum mostruário de cor e escolhi vendo a tabela de tons pelo computador (não indico fazer isso de jeito nenhum, a chance de escolher a cor errada é enorme!). Entre os 16 tons que a marca oferece, escolhi a cor Buff – 150, que ficou do tom exato da minha pele, thanks God!
A textura dela é engraçada. É um creme bem consistente, do tipo que se você virar o pote de cabeça pra baixo não cai nada. Um ponto positivo dela é o rendimento: ela rende muuuuuito, com pouca quantidade você espalha no rosto todo!
Eu fiz o teste pra aplicação da base de três jeitos: com os dedos, com o pincel duo fiber e com o pincel do tipo flat top. Eu preferi aplicar com o flat top mesmo.
Nas fotos abaixo, vemos o efeito da base na pele:
Minha opinião:
Tá difícil, já testei essa base de vários jeitos e em várias situações (dia, noite, calor, frio, dia com calor, dia com frio, noite com calor, noite com frio hahaha) e cheguei à algumas conclusões.
Primeiro: gente, de jeito NENHUM eu indico essa base pra foto! Quando eu aplico no rosto e olho no espelho, tá tudo ok, mas é só eu tirar uma foto que já fico parecendo um fantasma! Claro que você pode aplicar um pó do tom da sua pele pra diminuir esse branco todo (foi o que fiz na foto de maquiagem completa), só que é aí que vem o problema.
Depois de um tempo que você aplica a base, ela fica super sequinha, praticamente não precisa passar pó. Até aí, maravilha, adorei! Só que aí, pra igualar o tom do rosto pra não correr o risco de ficar branquela nas fotos, tem que passar o pó no rosto inteiro, e aí a cobertura já não fica legal. Junta a base com acabamento sequinho + pó = acabamento pesado no rosto.
Mas, a notícia boa é que isso só acontece com fotos com flash, ou seja, rola usar a base durante o dia porque, com a luz natural, dá pra bater fotos tranquilamente que fica tudo ok. 
Vou confessar, tenho preguiça de produtos com esses tipos de “frescuras”, sabe? Gosto de pegar a base, passar no rosto, sair e pronto, sem medo de ser feliz e sem ter que ficar pensando “putz ferrou, saí com a cara branca na foto porque esqueci que essa base não dá pra usar com flash”, entendeu? 
Então, apesar da base ter mesmo uma cobertura bem alta, acabamento sequinho, boa duração (nada de 24h tá rsrs, na minha pele deve ter durado umas 8h, o que pra mim já está de bom tamanho) e render bastante, essa questão do pó e das fotos com flash não me dão muita segurança pra usá-la muitas vezes. Confesso que ela têm passado bastante tempo guardada na minha gaveta. É uma pena, porque realmente acho ela bem boa, mas…
Não sei o preço exato porque minha amiga me deu de presente, mas pelo que andei pesquisando, ela custa cerca de 14 dólares lá fora.
E vocês amores, já tinham ouvido falar dessa base? Quem já testou?
Beijos!
Siga o blog nas redes sociais
Facebook | Instagram | Youtube

ÚLTIMOS VÍDEOS DO CANAL